3.10.10

Eu tenho uma estrela no coração


Olá amigos

Hoje 3 de outubro, dia de eleições. Levantei, tomei um banho, um café, passei a mão no meu titulo e identidade, vesti a minha velha camisa do PT, coloquei a estrela no peito e fui votar.

Andando pelo rua vejo um monte de pessoas indo fazer o mesmo e então comecei a me lembrar de minha jornada até o dia de hoje. Quanta coisa eu vivi...

Filho e neto de socialistas. Questionador por excelência, inquieto e principalmente um lutador. Sempre aprendi que todo dia é dia de lutar o bom combate. Dar sempre o meu melhor, por menor que seja a batalha.

Então um dia conheci uma cara fantástico no RJ, durante a fundação do PT de Niterói, ele falava coisas que eu sentia por dentro, falava a minha linguagem e parecia que entendia o que eu estava pensando.

Esse cara era o Lula. Nascia ali uma paixão tão grande que beirava o sacerdócio. Dentro do PT aprendi quais eram as grandes lutas dos trabalhadores, suas ideologias e principalmente quem era eu. Fui preso, desmaiei de fome e calor, trabalhei feito um louco para ver meu sonho se realizar.

Vieram os comícios, as eleições e as derrotas. Momentos tão tristes e marcantes que parecia que o meu peito ia rachar de tanta dor e frustração. Mas nada disso me desanimava ou fazia com que eu deixá-se de acreditar no sonho de um dia ver o PT e o Lula no poder.

Outras derrotas vieram, mas mesmo assim não desanimava. Então outra eleição chegou e mais uma vez sonhei novamente, acreditei e fui luta. Foi quando enfim o grande dia chegou.

Final da apuração. Resultado consolidado. Emoção.

Na noite do discurso da vitoria quando Lula sobe no palanque e diz: "Essa noite a esperança venceu o medo!" Chorei copiosamente de tanta alegria e emoção.

Valeu a pena?

Sim!

Cada minuto. E o que eu acho ainda mais legal é que ter acreditado nesse sonho valeu a pena, que por incrível que pareça eu estava certo em acreditar que um governo do PT e do Lula seria um bom governo, capaz de realizar grandes feitos no meu país.

Houve erros?

Sim!

Muitos. Mas tivemos a coragem de mostra-los, expor nossa carne e de mostrar que estamos crescendo, aprendendo e principalmente evoluindo. Mas nunca sem abandonar o nosso sonho de um Brasil melhor e principalmente de um Brasil pra todos. Na verdade, foi até melhor do que eu imaginava e muitos imaginavam que seria.

Nem todo mundo teve a chance de saborear isso, de sonhar um sonho junto que virou realidade, e ninguém aqui deve deixar passar a oportunidade de fazê-lo, e poucos países tiveram sequer uma chance de experimentar isso.

Hoje é a primeira vez que vou votar em uma eleição onde não votarei no Lula. Um sentimento tão estranho me toma. Mais ai penso que esta na hora de seguir evoluindo, e o PT já mostrou que está e que podemos sim apostar nele e nela Dilma.

Como é bom ainda poder votar assim: sonhando e de coração.

Eu tenho uma estrela no coração.

Por isso vou de Dilma, vou de PT.

VOU DE BRASIL

Sabe por que?

Meu nome é Robson, sou brasileiro, sou professor, amo meu país, Viva o Brasil, Viva o PT, Viva Dilma e Viva Luiz Inácio Lula da Silva



In Infinitum

Robson Freire